Deixe um comentário

Fim dos Tempos – Parte 24


A proteção de Deus aos judeus.
A tribulação será uma forma de Deus castigar os seguidores do anticristo. Mas um dos objetivos de dEle, durante esse período, é a conversão de Israel.

Nesse período será travada uma batalha pelos corações dos judeus. De um lado, o diabo, através do anticristo, fazendo o papel do falso messias, de outro Deus, enviando os julgamentos da tribulação para convencer o mundo de que Jesus Cristo é o único Senhor e Salvador da humanidade. No centro, o livre arbítrio os judeus e também dos gentios.

(Sempre foi promessa de Deus a restauração de Israel ao seu verdadeiro Messias, Jesus Cristo (Sf 3:20); Is 10:11-16; 51:11; 52:8).

Naquele tempo vos farei voltar, naquele tempo vos recolherei; certamente farei de vós um nome e um louvor entre todos os povos da terra, quando fizer voltar os vossos cativos diante dos vossos olhos, diz o SENHOR. Sofonias 3:20
Porventura como fiz a Samaria e aos seus ídolos, não o faria igualmente a Jerusalém e aos seus ídolos?

Por isso acontecerá que, havendo o Senhor acabado toda a sua obra no monte Sião e em Jerusalém, então castigarei o fruto da arrogante grandeza do coração do rei da Assíria e a pompa da altivez dos seus olhos.

Porquanto disse: Com a força da minha mão o fiz, e com a minha sabedoria, porque sou prudente; e removi os limites dos povos, e roubei os seus tesouros, e como valente abati aos habitantes.

E achou a minha mão as riquezas dos povos como a um ninho, e como se ajuntam os ovos abandonados, assim eu ajuntei a toda a terra, e não houve quem movesse a asa, ou abrisse a boca, ou murmurasse.

Porventura gloriar-se-á o machado contra o que corta com ele, ou presumirá a serra contra o que puxa por ela, como se o bordão movesse aos que o levantam, ou a vara levantasse como não sendo pau?

Por isso o Senhor, o SENHOR dos Exércitos, fará definhar os que entre eles são gordos, e debaixo da sua glória ateará um incêndio, como incêndio de fogo. Isaías 10:11-16
Assim voltarão os resgatados do SENHOR, e virão a Sião com júbilo, e perpétua alegria haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, a tristeza e o gemido fugirão. Isaías 51:11
Eis a voz dos teus atalaias! Eles alçam a voz, juntamente exultam; porque olho a olho verão, quando o SENHOR fizer Sião voltar. Isaías 52:8
A restauração revelada aos profetas não se refere somente a terra onde o povo possuiria e habitaria o que se cumprir em 1948, com a instalação do Estado de Israel, mas de uma gloria perpétua, uma felicidade total do povo judeu congregando-se ao Salvador.

Essa glória ainda não foi atingida, mas ocorrerá quando Israel tiver reencontro definitivo com Jesus Cristo, o verdadeiro Messias. Vários importantes eventos acontecerão em Israel durante a tribulação para que isso se efetive.

Deus levantará suas testemunha e também as 144 mil testemunhas de dentro de Israel para apregoar a salvação.

O anticristo fará um falso acordo de paz com Israel.

O anticristo se assentará no templo Deus, querendo se adorado como um “deus”.

Após o arrebatamento, o principal foco de ataques do diabo passará a ser Israel. Por isso, Deus escolhe exatamente a nação de Israel como placo de restauração do povo judeu.

A tribulação será um período de grande colheita de almas para Jesus e, portanto, momento de reencontro entre o povo judeu e Jesus Cristo.

De maneira surpreendente, Deus revela ao profeta Zacarias que somente um terço do povo judeu sobrevirá os sete anos da tribulação para ver o glorioso aparecimento de Jesus Cristo. Esse é o chamado remanescente judeu durante a tribulação. Dois terços dos judeus presentes na tribulação morrerão vítimas da fúria implacável da perseguição do anticristo, que será o próprio Satanás encarnado nos últimos três anos e meio da tribulação (Zc 13:7-9).
O espada, desperta-te contra o meu pastor, e contra o homem que é o meu companheiro, diz o SENHOR dos Exércitos. Fere ao pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas; mas volverei a minha mão sobre os pequenos.

E acontecerá em toda a terra, diz o SENHOR, que as duas partes dela serão extirpadas, e expirarão; mas a terceira parte restará nela.

E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro. Ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O SENHOR é o meu Deus. Zacarias 13:7-9
Em Daniel 11:36-45, a palavra nos diz que o anticristo terá pleno poder de domínio à tribulação. Especificamente, no versículo 41, a Palavra afirma que o anticristo, entrará na terra gloriosa, isto é, Israel, para perseguir o povo judeu:
E este rei fará conforme a sua vontade, e levantar-se-á, e engrandecer-se-á sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas espantosas, e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito.

E não terá respeito ao Deus de seus pais, nem terá respeito ao amor das mulheres, nem a deus algum, porque sobre tudo se engrandecerá.

Mas em seu lugar honrará a um deus das forças; e a um deus a quem seus pais não conheceram honrará com ouro, e com prata, e com pedras preciosas, e com coisas agradáveis.

Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço.

E, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele, e o rei do norte se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas suas terras e as inundará, e passará.

E entrará na terra gloriosa, e muitos países cairão, mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e os chefes dos filhos de Amom.

E estenderá a sua mão contra os países, e a terra do Egito não escapará.

E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata e de todas as coisas preciosas do Egito; e os líbios e os etíopes o seguirão.

Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos.

E armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o monte santo e glorioso; mas chegará ao seu fim, e não haverá quem o socorra. Daniel 11:36-45
E entrará na terra gloriosa, e muitos países cairão, mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e os chefes dos filhos de Amom.

Entretanto, no mesmo versículo, Deus revela algo muito importante e interessante: Edom e Moabe não serão alcançados pelo anticristo. Hoje, nesse mesmo local, está localizada a cidade de Petra. Alguns teólogos sugerem que o remanescente judeu correrá para Petra nos três anos e meio finais da tribulação para escapar do anticristo. Em Daniel (12:1), Deus revela ao profeta que o arcanjo Miguel será levantado nesse local e protegerá o remanescente judeu de forma sobrenatural e não permitira que o anticristo os destrua:

E naquele tempo se levantará Miguel, o grande principio que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angustia, qual nunca houve desde que houve nação até que àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.

Quando isso acontecer, será um evento ímpar em toda a historia da humanidade, uma demonstração de amor sem igual de Deus pelo povo judeu.

Fonte: Livro Fim dos Tempos – Pr. Uziel de Jesus
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: